Notícias

04-11-2020 11:16

CONVOCATÓRIA ASSEMBLEIA 26 NOVEMBRO

Clique para ler:   CONVOCATÓRIA 26 NOVEMBRO

—————

04-11-2020 11:13

CONVOCATÓRIA ASSEMBLEIA 19 NOVEMBRO

Clique para ler:   CONVOCATÓRIA 19 NOVEMBRO

—————

06-10-2020 10:58

CONVOCATÓRIA PARA ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA

Clique para ler: CONVOCATÓRIA EXTRAORDINÁRIA

—————


POLÍTICA DE PRIVACIDADE

   
A sua privacidade é importante para a Associação de Reformados, Pensionistas e  Idosos de Queluz, adiante designada ARPIQ 

Por isso a Associação recomenda que dedique alguns minutos do seu tempo a ler, compreender e, caso aplicável, a aceitar a nossa Política de Privacidade. 

Documento atualizado e que entra em vigor no dia 25 de Maio de 2018. 


 

1.    Quem é o Responsável pelo tratamento dos seus dados?

2.    Quais são os dados que tratamos?

3.    Com que finalidade tratamos os seus dados pessoais?

4.    Quais são os seus direitos quando nos faculta os seus dados?

5.   Ligações para outros sítios eletrónicos

6.    Dados recolhidos automaticamente

7.    Alterações à Política de Privacidade

8.    Segurança

9.    Contactos e esclarecimento de dúvidas

10. Informações finais

  

1.    A Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Queluz é a entidade responsável pelo website https://arqueluz.webnode.com/, pelo blog https://adarqueluz.blogspot.pt/ e pela página de Facebook
https://www.facebook.com/ARPIQueluz/, comprometendo-se a garantir a privacidade dos dados pessoais recolhidos e/ou transmitidos online através do identificado website e páginas.

2.    Quais são os dados que tratamos?

A recolha de dados pessoais no website https://arqueluz.webnode.com/, blog https://adarqueluz.blogspot.pt/ e pela página de Facebook https://www.facebook.com/ARPIQueluz/ é efetuada mediante consentimento prévio do utilizador, e por conseguinte, os dados são facultados à ARPIQ pelo respectivo titular e derivados da interação do titular com a ARPIQ.

A ARPIQ não analisa, em nenhum caso, as redes sociais dos seus utilizadores.

3.    Com que finalidade tratamos os seus dados pessoais?

Os dados pessoais fornecidos pelo utilizador serão utilizados única e exclusivamente para fins ligados à execução dos serviços solicitados, bem como, se o utilizador assim o autorizar, para atividades de informação da ARPIQ, e no cumprimento dos prazos de conservação estabelecidos.

4.    Quais são os seus direitos quando nos faculta os seus dados?

Os direitos que assistem ao titular no tratamento de dados pessoais em relação à ARPIQ são os seguintes:  

       
Direito a solicitar o acesso aos seus dados pessoais

Em que consiste o direito de acesso?

Terá direito a obter da ARPIQ a confirmação de que se está ou não a tratar os dados pessoais que lhe digam respeito, assim como as seguintes informações: os fins de tratamento; as categorias dos dados que são tratados; os destinatários ou as categorias de destinatários aos quais foram ou serão comunicados; caso possível, o prazo previsto da conservação dos dados pessoais ou, caso não seja possível, os critérios utilizados para determinar este prazo. Nestes casos, a ARPIQ facultar-lhe-á uma cópia dos dados pessoais que são objeto de tratamento.  

        
Direito a solicitar a sua alteração ou eliminação

Em que consiste o direito de alteração ou eliminação?

Terá direito a obter da ARPIQ a alteração dos dados pessoais incorretos que lhe digam
respeito ou a completar os dados incompletos.

Em que consiste o direito de eliminação, também conhecido como "direito ao esquecimento"?

Terá direito a obter da ARPIQ a eliminação dos dados pessoais que lhe digam respeito, quando se verifique uma das seguintes situações: que não sejam necessários face aos fins para os quais forem recolhidos ou tratados; que retire o consentimento e o tratamento não se baseie em outro fundamento jurídico; que se oponha ao tratamento e não prevaleçam outros motivos legítimos para o tratamento; que tenham sido tratados ilicitamente.

        
Direito a solicitar a limitação do seu tratamento

Em que consiste o direito à limitação do tratamento?

Terá direito a obter da ARPIQ a limitação do tratamento dos dados nas seguintes condições:

a) quando contesta a exactidão dos dados pessoais, durante um período que permita à ARPIQ verificar a sua exatidão;

b) o tratamento for ilícito e se opuser ao apagamento dos dados pessoais e solicitar, em contrapartida, a limitação da sua utilização;

c) a ARPIQ já não necessite dos dados pessoais para os fins do tratamento, mas sejam requeridos pelo titular para efeitos de declaração, exercício ou defesa de um direito. d) Se se tiver oposto ao tratamento até se verificar que os motivos legítimos do responsável pelo tratamento prevalecem sobre os do titular dos dados;

       
Direito a opor-se ao tratamento

Em que consiste o direito à oposição?

Terá direito a opor-se ao tratamento de dados que lhe dizem respeito que tenham por base interesses legitimos ou interesse público, incluindo a definição de perfis com base nessas disposições.  

Caso exerça este direito, a ARPIQ deixará de tratar os seus dados pessoais, excepto se
acreditar que existem motivos legítimos imperativos para que o tratamento prevaleça sobre os seus interesses, direitos e liberdades, ou para a formulação, exercício ou a defesa de reclamações.  

        
Direito à portabilidade dos dados

Em que consiste o direito à portabilidade dos dados?

Terá direito a receber os dados pessoais que lhe digam respeito, que tenha facultado à ARPIQ, num formato estruturado, de utilização comum e leitura mecânica, e a transmiti-los, sempre que seja tecnicamente possível, a outro responsável do tratamento nas seguintes situações: quando o tratamento é efectuado por meios automatizados e depende do consentimento do titular ou da execução de um contrato.


5.    Ligações para outros sítios eletrónicos

O site https://arqueluz.webnode.com/, blog https://adarqueluz.blogspot.pt/ e a página https://www.facebook.com/ARPIQueluz/ contém hiperligações (links) para outros sítios eletrónicos. A ARPIQ não se responsabiliza pelas políticas de privacidade desses mesmos sítios eletrónicos.  

6.    Dados recolhidos automaticamente

A ARPIQ utiliza cookies de sessão, que são pequenos ficheiros informativos enviados do
servidor do website para o browser do utilizador e armazenado no respetivo computador. Tratam-se de cookies temporários que permanecem no arquivo de cookies apenas durante a utilização do website. Estes cookies serão utilizados exclusivamente pela ARPIQ e a sua utilização servirá apenas para analisar padrões de tráfego na web, permitindo identificar problemas e fornecer uma melhor experiência de navegação.

7.    Alterações à Política de Privacidade

A ARPIQ poderá rever a Política de Privacidade do site https://arqueluz.webnode.com/, blog https://adarqueluz.blogspot.pt/ e da página de Facebook https://www.facebook.com/ARPIQueluz/ sempre que tal for necessário para dar cumprimento a imperativos legais ou tecnológicos. Quaisquer alterações serão divulgadas nesta mesma página online.

8.   Segurança

A segurança e a privacidade dos dados pessoais dos utilizadores do site https://arqueluz.webnode.com/, blog https://adarqueluz.blogspot.pt/ e da página de Facebook https://www.facebook.com/ARPIQueluz/ assumem uma importância crucial para a ARPIQ, que assegura as medidas de segurança tecnológicas e organizacionais que estão ao seu alcance para a proteção dos dados e da sua confidencialidade. No entanto, dado que a recolha é efetuada em rede aberta, os dados pessoais podem circular na rede sem condições de segurança, correndo o risco de serem vistos e utilizados por terceiros não autorizados.

9.    Contactos e esclarecimento de dúvidas

Em caso de dúvida sobre os pontos aqui apresentados, poderá contactar-nos por e-mail
para arqueluz@sapo.pt ou por correio para Rua Dr. Manuel Arriaga, 72 A/B, 2745-158 Queluz.

10. Informações finais

a)    Informamos-lhe ainda que caso tenha concedido o consentimento para alguma finalidade específica, terá direito a retirar o consentimento em qualquer momento, sem que isso afete a legitimidade do tratamento baseado no consentimento prévio à sua
retirada.

b)    Da mesma forma, informamos-lhe que pode apresentar uma reclamação perante a Autoridade de Controlo em matéria da Proteção de Dados competente, especialmente quando não tenha obtido satisfação no exercício dos seus direitos.